Notas da África do Sul: a Cidade do Cabo

27.7.15 Rui Quinta 1 Comments

Ainda de sair de Portugal, disseram-me Tens que ir ao Cabo. Nem que voltes mais tarde, ou que seja muito rápido. Mas tens que ir ao Cabo!. E a Cidade do Cabo é a cidade mais bonita pela qual já passei.

De um lado, o mar, praias espetaculares, ponto tão apetecível para os surfistas mas também um dos destinos de verão mais cobiçados do continente. A cidade mais cosmopolita da África do Sul. Como dizia um motorista, Cape is Europe. Por outro lado, a Table Mountain, absolutamente deslumbrante, que fica perfeita como pano de fundo para quase tudo.

No centro existem as casas coloridas do Bo Kaap, ainda que sejam mais engraçadas na internet do que ao vivo, devido aos muitos carros estacionados. Daí, a pé dá para ir para a Greenmarket Square, o Company's Garden, que vale muito a pena pela vista da Table Mountain atrás da Galeria Nacional da África do Sul (South Africa National Gallery). Sempre a pé, podem passar pelo Parlamento (Cape Town Parliament) e a City Hall, belíssima, a caminho do Castelo da Boa Esperança (Castle of Good Hope).

Do lado junto ao mar, há praias e vistas espetaculares, mas muito pouco movimentadas num dia de inverno. Ao contrário do que acontece nas cidades e vilas costeiras portuguesas, o comércio não está na marginal, mas nas ruas paralelas interiores. Se procuram um restaurante, não façam como eu, que corri a costa esfomeado e não encontrei nada.

Para a Table Mountain, chamem um taxi ou Uber, mas é algo realmente imperdível. Melhor se puderem descer de teleférico, o que não foi o meu caso devido ao vento. Por fim, o Victoria & Alfred Waterfront, a marina da Cidade do Cabo.

O V&A Waterfront é a zona mais rica e segura que visitei no Cabo, ainda que não seja nada de inalcançável comparando com as zonas mais caras da Europa ou mesmo de Portugal. Tem restaurantes, tem centros comerciais e mercados, tem marcas como Louis Vuitton, Burberry ou Gucci, mas também tem marcas como a Zara, com os preços idênticos à Europa, o que não se adequa a todas as bolsas na África do Sul e por isso estas marcas comuns na Europa aqui estão nos mesmos sítios que as marcas de luxo. A razão para aconselhar o V&A Waterfront para o final do dia deve-se à SA não ser propriamente segura, mas tendo o Waterfront muita segurança, é possível aproveitar o dia até mais tarde. Mesmo depois do pôr-do-sol.
Relativamente à segurança, obviamente a África do Sul não é como a Europa e num dia no Cabo pediram-me mais vezes dinheiro na rua do que em 24 anos em Portugal. Ainda assim, as recomendações são as mais básicas: não ostentar, disfarçar a pinta de turista, não se meter por locais mais recônditos e não andar na rua depois do anoitecer. Para transporte, recomendo Uber, mas se não tiverem internet e for necessário recorrer ao táxi, lembrem-se que não há taxímetro e os preços podem ser negociados.


The Company's Garden
The Company's Garden & South Africa National Gallery
The Company's Garden and Table Mountain
Cape Town City Hall
Castle of Good Hope
Table Mountain
Vista da Table Mountain
Sea Point
Sea Point
Sea Point
Sea Point
Victoria & Alfred Waterfront
Victoria & Alfred Waterfront
Da Table Mountain

Booking.com

Também pode gostar de:

1 comentário:

  1. Magnifico trabalho gostei das fotografias.
    Um abraço e continuação de uma boa semana.

    ResponderEliminar