Devil's Pool, no limite das cascatas

16.10.16 Rui Quinta 3 Comments


Quando cheguei ao hotel para pagar a ida à Devil's Pool do dia seguinte, disseram-me que, infelizmente já tinha esgotado. Lembre-lhes que tínhamos falado e que me tinham dito que iam reservar mas insistiram que, infelizmente, por lapso, já não havia vagas. E eu expliquei-lhes que sim, havia. E eles que não. E eu que, se foi falha deles, de certeza que havia pelo menos mais uma vaga. E eles que não. E eu que sim... e no final houve.

A Devil's Pool é uma piscina natural, uma cavidade entre as rochas que surge no Rio Zambezi quando o nível das águas está mais baixo e, como se pode ver, na extremidade das cataratas de Victoria Falls.

Muitas empresas comercializam idas à Devil's Pool mas apenas umas a opera, a Tongabezi, pelo que todos os tours encontrados vão consistir no mesmo. E também o preço assim deve ser: $98 pela manhã (7h30, 9h00 ou 10h30), $158 com almoço (12h30) e $133 com chã (15h30). Eu recomendo a opção da manhã. Não só por uma questão de preço, mas porque é mais rápido e permite mais tempo livre para outras aventuras.

O tour começa e termina no The Royal Livingstone Hotel, um luxuoso hotel colonial do lado da Zâmbia, onde os quartos mais simples custam próximo dos €600 por noite. Sim, seiscentos! Fica um "pouco" fora do meu orçamento, que fiquei no lado do Zimbábue, no The N1 Hotel, por cerca de €60/noite. Apenas um zero de diferença. Claro que as condições são incomparáveis, mas só uso o quarto para dormir, tomar banho e guardar as coisas, por isso...
Atravessar a fronteira é muito fácil. Uma entrada no Zimbábue* custa $30, a dupla entrada custa $45 e é o ideal para quem tenciona visitar a Zâmbia ou o Botswana e regressar. Já a entrada na Zâmbia* custa $20, não existindo necessidade de pedir visto com antecedência.
* preços válidos para cidadãos portugueses, também para brasileiros e todos os países integrados na categoria B da lista que pode ser vista aqui (Zimbábue): http://www.victoriafalls-guide.net/zimbabwe-visa.html e da lista da direita (Zâmbia): http://www.zambiatourism.com/travel-info/visa-information (podendo sofrer alterações)

A fronteira entre os dois países está na ponte, a cerca de 2 km do hotel onde eu estava, e tem locais de controlo nos dois lados. No primeiro lado obtemos autorização para sair de um país e no outro lado da ponte autorização para entrar no segundo país, pagando aí o visto.

No meu hotel pedi o taxi que me levou até ao The Royal Livingstone Hotel, ponto de encontro e de partida, primeiro para uma pequena viagem de barco até Livingstone Island. Aí está a ilha para a qual dois guias nos acompanharão: um guia o caminho atravessando parte do rio, nadando mais para o seu interior, o que dá um ar ainda mais interessante à coisa. Outro vai mais junto à borda, por cima das rochas, com os telemóveis de quem quiser dar (ou seja, todos, um por grupo) para fotografar. Pelo rio, tem muito mais piada.

Chegados à "piscina", o guia entra e recebe cada grupo à vez. Se estão sozinhos, vão sozinhos, se estão dois, vão os dois, se estão oito, vão os oito, sempre acompanhados pelo guia. Desta forma, garante que não ficam nas fotografias acompanhados por estranhos. Bom, apenas o guia. Parece que em todas as fotografias que o guia-fotografo tira (com os vossos telemóveis, para a posterioridade) tem que aparecer o outro guia, de modo a mostrar segurança.

É seguro?

Sim. Apenas uma empresa opera para garantir que os padrões de segurança são sempre os mesmos e são sempre cumpridos. É muito mais seguro do que parece nas fotografias. A sério.

A vista é extraordinária. Estão a sentir a força da natureza sem filtros, de uma forma como poucos locais no mundo vos podem proporcionar.

Quando visitar?

Por questões de segurança, Devil's Pool apenas está aberta a visitas quando o caudal do rio baixa o suficiente, ou seja, a piscina deixa de estar totalmente coberta e a força da corrente deixa de ser uma ameaça. Geralmente é entre meio de agosto e meio de janeiro, mas variável em função da natureza. Eu visitei em meados de agosto e este ano foi particularmente seco na região, o que permitiu abrir um pouco mais cedo.

Após a visita os mergulhos e uma mudança de roupa e antes de regressarmos ao Livingston Hotel, tempo ainda para um pequeno-almoço, bem servido e delicioso. Bom para recarregar baterias, até porque ainda há muito do dia para aproveitar e muito por explorar.
Booking.com

Também pode gostar de:

3 comentários:

  1. Estou apaixonada por esse local *.*

    Cátia ∫ Meraki

    ResponderEliminar
  2. Quanto tempo de duração do passeio do Devil's pool?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Tatiana e obrigado pelo interesse!
      Há vários passeios: 3 de manhã que incluem pequeno-almoço, outro com almoço e outro com chá da tarde. Com almoço e com chá da tarde demoram mais tempo. Eu fui logo de manhã e não me lembro ao certo, mas algo entre 2h-3h.

      Eliminar