O Mercado de San Miguel, em Madrid

5.2.17 Rui Quinta 0 Comments


No centro de Madrid, é impossível passar pelo Mercado de San Miguel sem ficar de água na boca.
Às portas da Plaza Mayor e a escassos minutos do Palácio Real, para um lado, e da Puerta del Sol, para outro, está este mercado gastronómico, que passou por altos e baixos mas hoje é um dos espaços mais vibrantes da capital espanhola.

A estrutura de ferro que o envolve logo nos dá a ideia que o interior daquela figura envidraçada nada tem a ver com o que a rodeia. É uma tela de cores em cada montra, um festival de odores que nos chegam e sabores por experimentar.

Cada espaço tem a sua especialidade e há espaços para todas elas: cafetarias, iogurterias e pastelarias, tapas, canapés, petiscos ou o que lhe queiram chamar, carnes e pescado, o famoso jamón ibérico que está por toda a cidade, cervejarias e vinotecas. Tudo apresentado com um delicioso aspeto, sendo impossível passar três montras sem ficar com vontade de provar algo.
Foi ainda no séc. XIX que o espaço se tornou local de mercado para produtos alimentares, mas foi no início do século seguinte, com as normas de higiene a serem vistas de outra forma, que motivou a primeira revolução. Entre 1913 e 16 desenrolaram-se as obras que levaram à estrutura de ferro que hoje caracteriza o Mercado de San Miguel, ainda que o ano assinalado na sua fachada seja o de 1915, juntamente ao nome do seu arquiteto, Alfonso Dubé y Díez.

Já no novo milénio, em crise, o Mercado esteve para ser demolido, mas um grupo de empreendedores decidiu renovar o edifício, que reabriu em maio de 2009 como aquilo que é hoje, com um conceito gourmet. Sem que seja caro, o Mercado de San Miguel não se posiciona como o mais barato dos espaços para uma refeição, mas como um excelente espaço para uma nova experiência, entre tantas outras da cidade. Atrás das suas vitrines, (quase) tudo é para lá do comum

Convido-vos ainda a visitar a galeria do instagram oficial: www.instagram.com/mercadosanmiguel.
Atenção: As imagens que vão encontrar podem criar água na boca:

Booking.com

Também pode gostar de:

0 comentários: