Roma: Piazza di Spagna e Fontana de Trevi

22.5.17 Rui Quinta 2 Comments


O centro histórico de Roma é rico em locais belíssimos e a Piazza di Spagna e a Fontana de Trevi são dois dos mais visitados!

Em Roma andam-se quilómetros (muitos quilómetros) em que, mesmo sem grande plano, tudo se apresenta lindo e encantador. Por entre os seus edifícios mais ou menos cor-de-laranja, aparentando que nenhum ficou esquecido, há sempre algo mais que nos chama a atenção: as árvores, as portas e portões, as paredes cobertas de heras, as escadarias e as arcadas. Contudo, há locais que se destacam, como a Piazza di Spagna ou a Fontana di Trevi.

Quando cheguei à Piazza di Spagna não esperava a multidão que encontrei. Apesar das longas filas nos dias anteriores no Coliseu e Vaticano e mesmo preparado para encontrar semelhante na Fontana di Trevi, não o esperava ali, mas parece que muita gente teve a mesma ideia que eu para aproveitar o fim de semana alargado em Roma. A cidade estava especialmente apinhada de turistas e durante todo o dia andámos entre multidões, como não tinha visto nem Londres, nem Amesterdão, nem lado nenhum.

Mas a Praça de Espanha é mesmo uma das praças mais conhecidas de Roma e sem dúvida uma da mais bonitas, juntamente com a igreja da Trinità dei Monti e os 135 degraus da escadaria construída no século XVIII para unir estes dois locais, a florida Scalinata di Trinità dei Monti.
Foi uma "pena" (+-) que o local estivesse tão cheio de gente, muitos sentados nas escadas e paus-de-selfie espetados por todo o lado, mas nos lugares mais bonitos das mais bonitas cidades, neste tipo de datas, não há muito que se possa fazer contra isto.

Não muito longe, e caminhando sempre por entre ruas que nos fazem abrandar para olhar em volta, está outro dos locais mais emblemáticos da cidade, a Fontana di Trevi. E, aqui sem surpresa, um dos mais concorridos pela multidão. Para lá chegar, de resto, não são necessárias grandes indicações nem mapa - basta seguir por as ruas mais movimentadas, uma vez que é para lá que muitos se dirigem e é de lá que outros tantos vêm.
É talvez o local de Roma onde mais turistas querem tirar a sua selfie e por isso requer dupla paciência: primeiro, para conseguir chegar junto da fonte sem ninguém à frente, depois, para que se abra um pouco de espaço no enquadramento. Outro dos rituais é atirar uma moeda para dentro da fonte, o que no final do ano representa quase um milhão de euros de receitas (não fiquem com ideias, apanhar moedas da fonte é proibido). Diz a lenda que quem atira uma moeda (virado de costas) está destinado a regressar a Roma e quem atira duas vai encontrar a sua cara metade. Outra opção, em vez de confiarem na sorte, é observarem quem está a atirar duas moedas... talvez esteja à vossa procura.

Tal como acontece com a Piazza di Spagna, a beleza da Fontana di Trevi justifica a multidão que a procura. São 20 metros de largura e 26 de altura cheios de detalhes.
Depois das multidões anteriores, foi refrescante encontrar um sítio também ele bonito mas muito menos concorrido. Foi um pouco mais a cima da Fontana de Trevi, onde está Piazza del Quirinale, localizada no monte com o mesmo nome, uma das sete colinas de Roma, e que, devido à sua altitude, nos proporciona mais uma bonita vista para a cidade. Mais uma vez, com a Cúpula de São Pedro ao fundo.
O edifício mais vistoso não é um qualquer: o Palazzo del Quirinale é uma das residências oficiais do Presidente da República Italiana.

Acompanhem em:
Facebook: www.facebook.com/ruideviagem
Booking.com

Também pode gostar de:

2 comentários:

  1. Tens fotografias giríssimas, não sei se já disse aqui que estou cheia de vontade de voltar a Roma :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelo comentário. Eu hei de voltar :)

      Eliminar