Península do Cabo, parte 1 - Hout Bay

21.6.16 Rui Quinta 2 Comments

Uma visita à Cidade do Cabo não fica completa sem a Península do Cabo e porque no ano passado apenas tive um dia para a Cidade, este ano voltei para prosseguir a expedição que tinha ficado a meio.

Existem inúmeras empresas que organizam visitas diárias à Península do Cabo, quase sempre com preços idênticos. Por isso mesmo, se o preço for mais barato que todas as concorrentes, desconfiem.

Proximamente irei revelando aqui as fotografias e os relatos desta visita imperdível e impossível de aglutinar num só post. Mas para já, comecemos pelo início.

Como escolher?
Uma boa visita guiada à Península do Cabo deve ocupar todo o dia e deve incluir Clifton & Camps BayHout Bay, Reserva Natural do Cabo da Boa Esperança, Cape Point, Cape of Good Hope (são diferentes), Simons Town/Boulders Beach, Muizenberg e Jardim Botânico Kirstenbosch.
Devem ter atenção se o tour vai por um lado da Península e regressa pelo outro, de modo a garantir que não perdem nenhuma das vistas - nada como verificar os mapas das diferentes opções.
No meu caso, que fiz o Tour no inverno e por isso com os dias mais pequenos, foi riscada do programa a praia de Muizenberg. Foi pena. Preferia que tivesse sido o Jardim Botânico, mar parece-me que é esta a opção dos vários operadores.

Hout Bay

Depois das recolhas nos hóteis, a viagem inicia-se pela margem a oeste da Península, saíndo da Cidade do Cabo pelas praias de Clifton Bay (uma das áreas preferidas pelos ricos na África do Sul) e com vista para as montanhas de arenito que forma a Twelve Apostles (não, não é o da Austrália). A primeira paragem é Hout Bay e o seu porto, onde a principal atração são... as focas.
Já me disseram que não são focas, que é outra espécie da mesma família, mas no local toda a gente lhes chama seal, seal tour, seal island.
Próximo do porto de Hout Bay está a Duiker Island e muitos são os turistas que vão a Hout Bay para depois, numa das companhias com operam visitas de barco à ilha, visitarem as centenas de focas que ali estão instaladas.
A vinda dos turistas criou no porto um mercado e se os turistas vão do porto para a ilha, algumas focas vêm da ilha para o porto, também utilizado por embarcações piscatórias e embarcações de recreio.
No cais e nas imediações dos barcos há focas à espera de algo que petiscar. De repente uma saltou. Depois, outra vez. Então percebi o motivo, apesar de já não ter tido tempo de fotografar o flagrante (tinha que apanhar o barco).
Um pescador, corta dois bocados de peixe, joga um para dentro de água, à sua beira, coloca o outro na boca e debruça-se. A foca vai buscar o bocado de peixe que está na água e, quando corre bem, salta para apanhar o outro bocado da boca do pescador. Quando falha, corta-se outro bocado e repete-se o ato. Fica a fotografia da tentativa.

A visita de barco (tal como a visita à colônia de pinguins, que falarei noutro dia) não está incluída no preço dos tours mas custa quase nada e vale a pena, não só pelas focas, mas por todo o cenário que o passeio até lá proporciona.
A viagem é curta. Não sei quanto mas faz-se rápido, por entre os penhascos característicos da Península e não fará falta dizer que o melhor é ir no andar superior, a céu aberto. Se não restarem lugares sentados, em pé.
Começam a surgir as focas dentro de água e lá à frente lá está a Ilha Duiker.
A ilha é povoada por jovens machos, apenas machos, que aguardam a idade de partirem em busca de fêmeas para acasalar. Até lá, vivem uma vida que qualquer humano gostaria: passam os dias na "praia", de barriga para o ar, a apanhar sol. Saem para petiscar e tornam ao lugar de origem.
Após alguns minutos diante da ilha, regressamos ao porto e daí seguem as viagens (as várias, das várias companhias) em direção à Reserva Natural do Cabo da Boa Esperança.

Península do Cabo, parte 2 - Cape Point, Cape of Good Hope
Península do Cabo, parte 3 - Colónia de Pinguins

Booking.com

Também pode gostar de:

2 comentários:

  1. Olá Rui!!
    Com qual empresa você fez esse passeio?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá! Eu fiz com a African Eagle - www.daytours.co.za. Tudo correu bem.

      Eliminar