Roteiro: ver e fazer na Bélgica

17.2.17 Rui Quinta 4 Comments


No ano passado por esta altura estava já nos preparativos e planeamentos para a minha viagem de 10 dias à Bélgica e agora a rever as fotografias voltei a surpreender-me. Apesar de ter adorado desde o primeiro instante, há coisas que já não me lembrava de serem tão bonitas.

Uma parte da minha viagem pela Bélgica acabei por não ter tempo de partilhar aqui, pois 4 semanas depois entrei num périplo e as coisas foram-se acumulando. Mas agora, antes de partir outra vez de viagem e revendo estas fotos, altura indicada para inaugurar esta rúbrica de roteiros e fazer este Roteiro: ver e fazer na Bélgica, um país espetacular para uma viagem de comboio: as infraestruturas são muito boas, os horários abundantes e várias cidades que merecem a vossa atenção. Vou limitar-me à capital e a Flandres, porque foi onde estive, mas as opiniões parecem unânimes de serem estas as quatro cidades a não perder. Talvez alguém se inspire em ir ver com os seus próprios olhos.

A Grand-Place de Bruxelas

As duas entradas principais na Bélgica são o Aeroporto de Bruxelas-Zaventem e o Aeroporto de Charleroi (ou Bruxelas-Sul), por isso a cidade ideal para começar é a capital, aproveitando o que restar do dia de viagem.
A Grand-Place é o centro da cidade, com o Hôtel de Ville (paços do concelho), a Maison du Roi, restaurantes e muita animação. E a arquitetura! Não é única, vão encontrar semelhante nas cidades seguintes, mas reparem nos edifícios!

Palais de Justice

E por falar em edifícios: Palais de Justice! O Palácio de Justiça de Bruxelas é enorme e imponente por si só, mas a sua localização torna-o ainda mais especial, com uma grande vista sobre a cidade, apreciada por muitos locais que aqui se concentram.

Waffles e cerveja em Bruxelas

Todos sabemos que a Bélgica é país de waffles e cerveja, é cliché... mas funciona e por isso é que é se tornou cliché. E as waffles de Bruxelas são as melhores, acabadas de fazer e com acompanhamento ao gosto de cada um.

O Grote Markt de Antuérpia

Muito do que se aplica à Grand-Place de Bruxelas replica-se na Grote Markt de Antuérpia. Muda a cidade e o francês passa a flamengo, mas os atrativos mantêm-se na arquitetura e na animação (e restauração) junto da praça central da cidade.

O MAS e a modernidade no Norte

O Norte da cidade é totalmente distinto do seu centro, concentrado as construções mais modernos. O MAS - Museum aan de Stroom destaca-se à vista e o seu terraço oferece uma excelente vista panorâmica sobre Antuérpia. Construído em 2011, é já um dos símbolos da cidade.

Canais de Bruges

Bruges! Adorei a cidade desde os primeiros minutos e só foi ficando melhor. Tornou-se rapidamente uma das minhas cidades favoritas e parece-me impossível percorrer duas ruas sem ficar positivamente admirado. Havendo a oportunidade: visitem Bruges. Ou façam para que haja essa oportunidade. Os seus canais são encantadores. Especialmente de noite!

Historium Brugge

Na praça central da cidade, o museu Historium Brugge leva-nos a visitar Bruges no seu período mais glorioso, o século XV, de uma forma bastante peculiar. Várias salas decoradas ao pormenor incluem ecrãs nos quais podemos ver a vida no século XV acontecer através de um mini-filme. O melhor mesmo é ver.

Gent: O centro histórico (de dia e de noite)

Tal como Bruges, Gent tem uma herança riquíssima e o seu centro histórico está recheado de locais de interesse, como as igrejas de São Nicolau (Sint-Niklaaskerk) e São Miguel (Sint-Michielskerk), a catedral de São Bavão (Sint-Baafskathedraal) e a torre da cidade (Het Belfort van Gent). De dia ou de noite.

As margens Graslei e Korenlei

Gent é maior e tem menos canais que Bruges, mas  quase com o dobro da população e uma grande comunidade universitária, é substancialmente mais animada. Graslei e Korenlei são duas vias pedonais nas margens do Rio Lys, bem no centro da cidade, e onde se concentra parte da animação depois dos jovens saírem da escola ou ao fim de semana.

Acompanhe em:
Booking.com

Também pode gostar de:

4 comentários:

  1. Só vi waffles *-*
    Estou a brincar, gostei de todas as sugestões =)

    ResponderEliminar
  2. A Bélgica tem sido um pouco adiada,não lhe costumo prestar grande atenção quando estou a planear os próximos destinos... Mas parece-me que tenho de começar a pensar nisso, não é? Já andei a ler umas coisas sobre Bruges e fiquei com alguma curiosidade em relação à cidade.


    Mundo Indefinido

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É melhor começar mesmo a pensar :)
      Obrigado pelo comentário!

      Eliminar