10 coisas a ver e fazer na Namíbia

14.3.18 Rui Quinta 2 Comentários


Antes de ir de viagem, quantos procuramos sugestões do que ver e fazer no destino? 

Eu sei que é muito mais bonito falar no efeito surpresa e o melhor das viagens muitas vezes chega sem esperarmos. Mas alguém quer, depois da viagem, descobrir que havia algo de extraordinário que perdeu? Por isso mesmo, pesquiso sempre ao máximo sobre os locais que vou visitar e, claro, gosto de partilha-lo convosco.

Para ajudar quem esteja a googlar sobre ou simplesmente para os leitores habituais que gostam de conhecer todos os destinos possíveis pelo mundo, aqui fica uma lista de 10 sítios a visitar ou atividades a fazer na Namíbia, que visitei em março de 2017. Para quem acompanhou as publicações da altura, espero que gostem de recordar.

Nesta lista inclui 7 coisas que vi/fiz e 3 das quais tive que abdicar, mas que merecem ser conhecidas.

A Sul: Lüdertiz

Lüdertiz é uma cidade pequena, muito pequena, mas muito bonita, com a sua arquitectura de inspiração colonial, cheia de cores e com várias estradas por alcatroar que dão um aspeto ainda mais pitoresco a esta cidade costeira. Podem ainda visitar o Diaz Point, aproveitando assim para explorar à volta da Lagoa de Lüdertiz e ver os flamingos que por lá costumam estar.
Outro dos atrativos de Lüderitz é que está pertíssimo da próxima sugestão.

A aldeia fantasma de Kolmanskopp

A história é simples: Kolmanskopp era uma localidade mineira e quando as minas em redor entrarão em crise e outras (mais prósperas) apareceram, os seus trabalhadores e famílias mudaram-se. Mas Kolmanskopp é mais do que história. Fiz muitas fotos que adoro e quando olho novamente para o album vejo tantas excelentes oportunidades que desaproveitei por não as ver na altura. É um local de uma enorme fotogenia! 

Conduzir no deserto do Namibe

Pelo deserto e não só! Comprar lugar num tour turístico é muito mais prático, mas se tiverem a possibilidade, optem por conduzir vocês mesmo e nem precisa de ser um 4x4. A Namíbia é um país belíssimo ao virar de cada esquina. Ou, melhor dizendo, em cada longaaaa recta.
Vão gostar de conduzir ao vosso ritmo e pararem quando vos der vontade. E vão ter muita vontade de parar para ver o que está à vossa volta!

Subir a Dune 45

É mais desgastante do que eu pensava. Mas vale a pena! Afinal, talvez não voltem a ter oportunidade de fazer algo do género.
Existem outras opções, mas a subida mais comum é à Dune 45, a 45 km de Sesriem, a caminho do Deadvlei. Mas se partiram de Sossusvlei sem a subir e vão arrependidos, têm outra opção a norte, a Dune 7, à saída de Walvis Bay.

A ímpar bacia de Deadvlei

O Deadvlei é um cenário único, mais um que a Namíbia oferece a quem a visita. A bacia de argila está seca há - estima-se - 700 anos e nas árvores ali, no meio do deserto, estão bem patentes os sinais dessa prolongada seca.

Ver o nascer ou o pôr do sol no deserto

Não gosto de sugerir algo que não experenciei, mas não podia deixar passar sem o mencionar: uma das vantagens de ficar alojado dentro das portas de Sossusvlei é a possibilidade de ver o nascer ou o pôr do sol nas dunas. Como estava alojado fora do parque (não o sabia) e este só abre depois do nascer do sol e fecha antes do sol se pôr, não tive a oportunidade. Mas se as dunas já são magníficas a qualquer hora, imaginem nas horas mais bonitos do dia!

A cidade mais turística: Swakopmund

Vibrante, animada e colorida, assim é Swakopmund! Como a seu tempo o escrevi, foi para mim uma belíssima surpresa. Creio que estará em qualquer roteiro e de outra forma não poderia ser, pois é a "cidade" mais turística do país. E coloco cidade entre aspas porque no entender de muitos namibianos apenas capital, Windhoek, é city.

Os "pedragulhos" de Spitzkoppe

Este é um conjunto de formações rochosas que fica muito distante de tudo, obriga a um desvio de rota, mas convém procurar que esse desvio seja o mais pequeno possível. Como tal, as melhores opções são fazê-lo na viagem entre Swakopmund e Windhoek (como fiz) ou na viagem entre Swakopmund e o Parque Nacional Etosha (se não forem pela Skeleton Coast).

A vida selvagem no Parque Nacional do Etosha

foto: www.etoshanationalpark.org
O Etosha National Park é o local de excelência para apreciar vida selvagem na Namíbia, e se nunca tiveram a oportunidade de um safari, não o podem perder. E reservem uns dias!
Então, porque não o visitei? Por três razões: 1) Com apenas 7 dias no país (e dois eram de viagem) tinha que decidir: ou ia mais para Sul a Lüdertiz e Kolamnskopp, ou ia mais para Norte para o Etosha. 2) a época ideal para safaris é a época seca, quando os animais se concentram nos poucos locais onde ainda resta água. Como estava a viajar em março (ainda considera época de chuvas) os animais ainda estariam muito dispersos e só iria ver o que já vi - elefantes, rinocerontes, hipopótamos, girafas, antílopes... 3) Se juntarmos a isso que somente poderia despender um dia para o parque, a hipótese de ver leões e leopardos fica quase nula.

Fish River Canyon

foto: www.nomadtours.co.za
O maior canyon de África! Sendo a grande atração turística mais a Sul da Namíbia, é necessário um grande desvio para a visitar, motivo pelo qual abdiquei. Por outro lado, para quem viaja entre a Namíbia e a África do Sul, os desfiladeiros do Fish River Canyon são uma paragem quase obrigatória.

Booking.com

Também pode gostar de:

2 comentários:

  1. A Namíbia entrou na minha lista de viagens à conta dos teus posts e fotos das extraordinárias paisagens. Sem dúvida que quando tiver de construir o roteiro é pelo teu blog que começo. E mesmo que não tenhas passado por alguns dos lugares que aqui sugeres, fica um bom registo para quem está a pensar fazer esta viagem!

    ResponderEliminar